Conheça o Mais BNDES, a ferramenta que vai ajudar você a encontrar o financiamento mais adequado ao seu negócio.

Além de dinamizador da expansão produtiva, o agronegócio desempenha outro papel de extrema importância para a economia brasileira: o de principal gerador de saldos comerciais para o País. Por isso, o BNDES oferece mecanismos de apoio à agricultura e à pecuária. Alguns projetos financiáveis dentro do agronegócio são bovinocultura de corte, formação ou reforma de pastos, gastos e tratos culturais até a primeira colheita/safra, entre outros. A concessão do apoio financeiro é condicionada à avaliação dos impactos ambientais, segundo as diretrizes da Política Socioambiental do BNDES.

Em articulação com outros órgãos governamentais, o BNDES também desenvolve instrumentos de apoio específico à agropecuária. Estes programas apresentam condições especiais para investimentos, como, por exemplo, aquisição de tratores agrícolas e incentivos à irrigação.

Mecanismos de Apoio 

O BNDES realiza financiamento de longo prazo, subscrição de valores mobiliários e prestação de garantia, atuando por meio de Produtos e Fundos, conforme a modalidade e a característica da operação. Os três mecanismos de apoio (financiamento, valores mobiliários e garantias) podem ser combinados numa mesma operação financeira, a critério do BNDES.

Também são oferecidos Programas de Financiamento que visam a atender a demandas específicas, apresentando prazo de vigência e dotação previamente estabelecidos.

Conheça abaixo os principais mecanismos de apoio do Banco à Agricultura.

Produtos

Alguns produtos do BNDES se dividem em linhas de financiamento, com finalidades e condições financeiras específicas. A critério do Banco, um projeto de investimento pode se beneficiar de uma combinação de linhas de financiamento, de um mesmo ou de diferentes produtos, de acordo com o segmento, a finalidade do empreendimento e os itens a serem apoiados.

Veja os produtos que podem ser usados no apoio à Agricultura:

  • BNDES Finem
    Financiamento, de valor superior a R$ 20 milhões, a projetos de implantação, expansão e modernização de empreendimentos. A atuação do BNDES, no âmbito do Finem, para apoio a investimentos no setor agropecuário é realizada através das seguintes linhas de financiamento: 
    • Linha de Apoio à Agropecuária
      Apoio a projetos de investimentos visando à implantação, modernização e expansão de empresas do setor agropecuário.
    • Projetos de eficiência energética
      Apoio a projetos de eficiência energética que contribuam para a economia de energia, aumentem a eficiência global do sistema energético ou promovam a substituição de combustíveis de origem fóssil por fontes renováveis.
    • Aquisição de bens de capital
      Apoio à aquisição de bens de capital associada a planos de investimentos apresentados ao BNDES.
    • Aquisição de bens e serviços importados
      Apoio à importação de máquinas e equipamentos sem similar nacional, associada a planos de investimentos apresentados ao BNDES.
       
    IMPORTANTE

    O programa BNDES PSI - Bens de Capital, durante seu período de vigência, oferece condições financeiras mais favoráveis para a aquisição de bens de capital. Veja as condições válidas na página do programa.

     
  • BNDES Automático
    Financiamento de até R$ 20 milhões a projetos de implantação, expansão e modernização de empreendimentos.
  • BNDES Finame Agrícola
    Financiamento à aquisição isolada de máquinas e equipamentos agrícolas novos, de fabricação nacional, credenciados no BNDES, sem limite de valor.
  • BNDES Finame Leasing
    Financiamento à aquisição isolada de máquinas e equipamentos novos em operações de arrendamento mercantil.
  • Cartão BNDES
    Crédito rotativo, pré-aprovado, de até R$ 1 milhão, para aquisição de produtos, insumos e serviços credenciados no Portal de Operações do Cartão BNDES, direcionado às micro, pequenas e médias empresas.
  • BNDES Limite de Crédito
    Crédito rotativo para o apoio a empresas ou Grupos Econômicos já clientes do BNDES e com baixo risco de crédito.
  • BNDES Empréstimo-Ponte
    Financiamento a um projeto, concedido em casos específicos, para agilizar a realização de investimentos por meio da concessão de recursos no período de estruturação da operação de longo prazo.
  • BNDES Project finance
    Engenharia financeira suportada contratualmente pelo fluxo de caixa de um projeto, servindo como garantia os ativos e recebíveis desse mesmo empreendimento.
  • BNDES Fianças e Avais
    Prestação de fiança e avais pelo BNDES com objetivo de diminuir o nível de participação nos projetos financiados.

Programas

Atualmente, estão em vigor os seguintes programas direcionados ao setor agropecuário:

  • BNDES Proaquicultura:
    Apoio aos investimentos para a construção, expansão e modernização de capacidade produtiva dos produtores de pescados e da indústria processadora de pescados; ao capital de giro; e a iniciativas voltadas para modernização ou implementação de melhorias na estrutura organizacional, administrativa, de gestão, comercialização, distribuição e de logística das sociedades atuantes no setor aquícola.
  • BNDES Cerealistas
    Apoio ao desenvolvimento e à modernização do setor de armazenagem nacional efetuado por empresas comerciais cerealistas nacionais.
  • BNDES Prorenova
    Apoio ao aumento da produção de cana de açúcar no país, por meio do financiamento à renovação e implantação de novos canaviais.
  • PASS
    Financiamento à estocagem de álcool etílico combustível pelas empresas do setor sucroalcooleiro.
  • Programas do Governo Federal administrados pelo BNDES
    Opções de financiamento destinadas a produtores rurais e suas associações e cooperativas, com o objetivo de financiar investimentos em modernização, reflorestamento, capitalização de cooperativas, dentre outras finalidades mais específicas. 

Confira as condições específicas para projetos de inovaçãomeio ambiente. Veja também as condições oferecidas para estruturação de operações no Mercado de Capitais

Chamadas Públicas

  • Edital BNDES-Conab 001/2013
    Apoio a cooperativas e associações de agricultores familiares para a estruturação de circuitos locais e regionais de produção, beneficiamento, processamento, armazenamento e comercialização, para melhorar suas condições de atuação no mercado governamental e privado de alimentos.

Veja também

Notícias