O BNDES investe continuamente na preservação do patrimônio cultural brasileiro e tem direcionado a essa cadeia produtiva um volume crescente de recursos voltados para preservação de patrimônio histórico e recuperação de acervos. Desde 1997, ano em que iniciou sua atuação nesse campo, foram contratados 320 projetos, que totalizaram R$ 433,5 milhões (correntes).

I - Patrimônio Histórico

A ação do BNDES em patrimônio histórico busca associar a preservação do patrimônio histórico com o desenvolvimento local, motivo pelo qual a abrangência dos projetos pode contemplar o entorno urbano do patrimônio público.

São priorizados projetos relacionados a programas de revitalização (urbana, turística, econômica etc.) que abram novas oportunidades às cidades brasileiras e resultem em benefícios efetivos à população.

O BNDES entende que é preciso restituir aos monumentos históricos sua função social e reintegrá-los na vida cotidiana das cidades para que sua revitalização seja permanente.

Os projetos devem apresentar planos de uso público e de sustentabilidade consistentes, que garantam suas atividades e sua manutenção.

Saiba mais sobre o apoio do BNDES em Patrimônio Histórico.

II - Acervos

Cabe registrar a atuação do BNDES na preservação da memória nacional por intermédio da concessão de créditos a projetos de recuperação e conservação de acervos arquivísticos, museológicos e bibliográficos.

O BNDES apoia a preservação e a segurança de acervos como forma de contribuir para a dinamização de museus, arquivos e bibliotecas, inclusive para a melhoria das condições de atendimento e acesso ao público. São apoiados projetos que contemplem uma ou mais das seguintes ações: catalogação, gerenciamento ambiental, instalação de sistemas de segurança, higienização e acondicionamento, melhoria de infraestrutura, restauração e visitação.

Saiba mais sobre o apoio a projetos de preservação de acervos por meio de chamada pública.

Notícias