O desenvolvimento econômico em bases sustentáveis e o apoio a iniciativas de preservação ambiental e a investimentos de caráter social fazem parte do compromisso do BNDES com as gerações presente e futuras. 

A promoção do desenvolvimento sustentável, de forma pró-ativa e em todos os empreendimentos apoiados, é o objetivo principal da Política Socioambiental do BNDES, com foco em uma concepção integrada das dimensões econômica, social, ambiental e regional. 

O Banco entende que investimentos na melhoria do desempenho ambiental e social de atividades produtivas e de infraestrutura são indutores de desenvolvimento econômico e social para o Brasil. Por isso, assume ser de fundamental importância o respeito aos princípios socioambientais na concessão de crédito e mantém o compromisso de disponibilizar recursos adequados para a promoção de atividades social e ambientalmente sustentáveis. 

A Política Socioambiental define instrumentos e diretrizes que apoiam o BNDES no cumprimento de sua Missão - promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com geração de emprego e redução das desigualdades sociais e regionais.  

Instrumentos da Política Socioambiental

Para cumprir seu papel como propulsor do desenvolvimento sustentável, o BNDES dispõe de uma série de mecanismos, que vão desde a análise criteriosa dos impactos sociais e ambientais de qualquer projeto apoiado financeiramente ao financiamento a investimentos que gerem benefícios diretos sobre a qualidade ambiental e a diminuição das desigualdades sociais e regionais no país.

Além das ações internas que buscam o comprometimento e a capacitação dos empregados, os intrumentos adotados para implementar e perseguir os objetivos da Política Socioambiental podem ser resumidos nas seguintes iniciativas:

  1. seus produtos, linhas, programas e fundos reembolsáveis e não reembolsáveis para apoio financeiro a iniciativas e investimentos em Meio Ambiente e em Desenvolvimento Social e Regional;
  2. resoluções setoriais, políticas específicas e outros normativos; 
  3. procedimentos internos de avaliação de risco e de análise social e ambiental de beneficiários e de empreendimentos; e 
  4. os Guias Socioambientais, metodologias de avaliação de beneficiários, de avaliação de risco de crédito e de monitoramento e avaliação de impacto dos empreendimentos apoiados.

Acordos e protocolos dos quais o BNDES é signatário, o compartilhamento de informações e experiências por meio de canais de diálogo e a divulgação das ações socioambientais do Banco também contribuem para a execução da Política Socioambiental.

O BNDES desenvolveu ainda um conjunto de diretrizes da Política Socioambiental, que norteiam seu compromisso com a promoção do desenvolvimento social e ambientalmente sustentável. 

Saiba mais sobre o processo de análise social e ambiental dos projetos proponentes a financiamento do BNDES.

Veja também