Quem pode solicitar

Mulheres agricultoras integrantes de unidades familiares de produção enquadradas no Pronaf, independentemente de sua condição civil.

Finalidade

Atendimento de propostas de crédito de mulher agricultora, conforme projeto técnico ou proposta simplificada.

Condições financeiras

Observação:

Para as beneficiárias enquadradas no Grupo “B” do Pronaf, as condições financeiras serão as mesmas estabelecidas para a Linha Pronaf Microcrédito (Grupo “B”).

Taxa de juros

  • 1% ao ano (a.a.) - para operações de até R$ 10 mil;
  • 2% a.a. - para uma ou mais operações com valor superior a R$ 10 mil.

Caso o cliente contrate nova operação que somada ao valor contratado no mesmo ano agrícola ultrapasse R$ 10 mil, o novo financiamento será contratado com a taxa de juros de 2% a.a..

Limite do financiamento

  • R$ 300 mil, para as atividades de suinocultura, avicultura e fruticultura;
  • R$ 150 mil, para as demais.

O limite será de R$ 750 mil exclusivamente para operações coletivas para o financiamento de construção, reforma ou ampliação de benfeitorias e instalações permanentes, máquinas, equipamentos, inclusive de irrigação, e implementos agropecuários e estruturas de armazenagem, de uso comum. Deve ser respeitado o limite individual (R$ 150 mil ou R$ 300 mil)  e que a soma dos valores das operações individuais e da participação do beneficiário na operação coletiva não ultrapasse o limite de até R$ 150 mil por beneficiário e por ano agrícola.

A mesma unidade familiar de produção pode contratar até dois financiamentos ao amparo do Pronaf Mulher, sendo que o segundo fica condicionado:

  1. à quitação ou ao pagamento de pelo menos três parcelas do financiamento anterior; e
  2. à apresentação de laudo de assistência técnica que confirme a situação de regularidade do empreendimento financiado e a capacidade de pagamento.

Prazo de reembolso

  • Até 6 anos, incluído até 1 ano de carência, para financiamento de caminhonetes de carga e motocicletas adaptadas à atividade rural;
  • até 15 anos, incluídos até 3 anos de carência, para financiamentos de estruturas de armazenagem; e
  • até 10 anos, incluídos até 3 anos de carência, para os demais itens financiáveis.


Veja também