A sustentabilidade e a responsabilidade social são temas que têm ocupado de forma crescente as discussões dentro de governos, empresas e organizações em todo o mundo. São cada vez mais evidentes para a sociedade a função social das organizações e a relação de interdependência entre os sistemas econômico, social e ambiental.

Para o BNDES, que assume o compromisso com o desenvolvimento sustentável em sua Missão, Responsabilidade Social e Ambiental é valorizar e garantir a integração das dimensões social e ambiental em sua estratégia, políticas, práticas e procedimentos.

Por isso, o Banco dispõe da Política de Responsabilidade Social e Ambiental, da Política Socioambiental e da Política de Compras Sustentáveis – cada uma com seu papel na promoção da sustentabilidade.

Enquanto a Política de Responsabilidade Social e Ambiental define princípios e diretrizes abrangentes que transpassam todas as atividades do BNDES e orientam seu relacionamento com os diversos públicos interessados, a Política Socioambiental valoriza a sustentabilidade na concessão do apoio financeiro. Esta política estabelece, dentre outros fatores, critérios socioambientais para a análise do financiamento a empresas e projetos, especialmente em setores de grande impacto, como pecuária bovina e energia elétrica. Estes critérios estão explicitados nos Guias Socioambientais.

Já a Política de Compras Sustentáveis do BNDES busca incentivar a adoção de práticas sustentáveis no relacionamento entre o Banco e seus fornecedores. Entre suas diretrizes estão, por exemplo, o desenvolvimento de parceria com outras instituições para a articulação de compras sustentáveis compartilhadas e a exigência, sempre que possível, de critérios objetivos de sustentabilidade nos processos de licitação e contratação direta do BNDES.

Veja também: