Ir para o conteudo
Z7_7QGCHA41LGTPB06G4GPV2H30Q6

dummy Visualizador do Conteúdo da Web

dummy Ações

Iniciativa BNDES Educação Conectada

 

ATENÇÃO: esta página foi adaptada para atender as exigências da legislação eleitoral, que limita ações de comunicação institucional até 2 de outubro de 2022 (podendo se estender até 30 de outubro de 2022, em caso de segundo turno das eleições presidenciais). 

Alguns conteúdos foram removidos e outros foram alterados para se adequarem às regras no período de eleitoral. Saiba mais sobre as restrições.

 

 

O Programa de Inovação Educação Conectada, atual Política de Inovação Conectada, foi lançado pelo MEC em 2017 com o objetivo de universalizar o acesso à internet em alta velocidade e fomento do uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica. 

Buscando apoiar sua adoção nas redes públicas de ensino e testar modelos mais efetivos de implantação, o BNDES lançou a Iniciativa BNDES Educação Conectada, para convocar estados e municípios a desenvolverem projetos com o uso pedagógico da tecnologia aplicado às suas realidades.

Projetos

A Iniciativa BNDES Educação Conectada teve início em 2018 com a Chamada Pública, que selecionou seis territórios para iniciar esta transformação:

  • Bahia: municípios de Ilhéus e Lauro de Freitas
  • Paraíba: municípios de Campina Grande e Souza
  • Paraná: municípios de Campo Mourão e Guarapuava
  • Rio Grande do Sul: municípios de Cachoeira do Sul e Santa Maria
  • Sergipe: município de Lagarto
  • Tocantins: municípios de Araguaína e Gurupi

 

Trabalho conjunto 

O apoio técnico da Iniciativa é realizado pelo Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB), também parceiro do Ministério da Educação (MEC) no Programa e responsável pela assessoria aos territórios, apoiando tecnicamente o planejamento, a implementação e o acompanhamento dos projetos territoriais selecionados no âmbito da Chamada Pública.
 
Com o intuito de operacionalizar apoio econômico integrado, entidades privadas e organizações da sociedade civil foram mobilizadas como colaboradores financeiros e técnicos. Até o momento o BNDES firmou parceria com a Fundação Itaú Social, a Fundação Lemann, a B2W Companhia Digital, a Cisco, a Khan Academy, a Recode e a Educacional Ecossistema.
 
A Iniciativa conta, ainda, com suporte da rede de instituições Observatório Tecnologia na Escola - OTec para acompanhamento de sua implantação e para avaliação externa, identificando fatores de sucesso e o impacto do uso de tecnologias na educação. 
 
O OTec possui o Centro de Excelência e Inovação em Política Educacional da Fundação Getúlio Vargas (CEIPE FGV) como instituição âncora da rede e que coordena a realização de suas atividades. A rede é composta por Universidades, Institutos de Pesquisa e organizações que produzirão e compartilharão sua produção acadêmica sobre a Iniciativa e sobre tecnologia em educação. 

Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Conteúdo complementar
${loading}